quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Consulta mensal - rapidinha

Fomos ao pediatra ontem e o que parece estamos indo bem. O Francisco está com quase 5 kg e a Clara com quase 4 kg. Também pudera, a quantidade de NAN que tomam.... O Francisco continua com um pouco se sopro no coração, mas parece que é pouquinho. Hoje tem oftalmo, se Deus quiser o Francisco recebe alta, a Clara anda não sabemos ainda mas acreditamos que vá até a 45 semana, que são mais uns 15 dias.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Ir e vir

Amigos boa noite.

Como nossos queridos Clara e Francisco resolveram dormir mais cedo hoje, enquanto eles dormem resolvi atualizar o blog. Da até medo de usar este tempo em vez de descansar pois não se sabe como vai ser noite a dentro. E realmente é assim, vou tentar explicar: As vezes neste horário eles estão dormindo e nos empolgamos em fazer algo, eles acordam la pelas 23 ficam até as 2, 3 horas da madrugada acordados, daí acordam novamente la pelas 6 e se foi a noite em claro. Tentamos duas estratégias. A primeira foi de quando eu chegasse em casa tomar banho jantar e acordar lá pela meia noite para ficar com eles. A segunda  foi de cada eu e a Vera cuidando de cada um. Do primeira forma, eu não dormi umas 2 noites pois não dormia quando chegava pois ficava envolvido com as atividades e acabava não dormindo depois também. O que acontece é que cada um leva em torno de 1, 1.5 horas para mamar, trocar a fralda e dormir novamente. Quando tudo da certo são duas horas para os dois. Normalmente eles mamam de 3 em 3 ou 4 em 4 horas (agora está se alongado o espaço para as mamadas), sobra um espaço ai de 1 hora 50 minutos para tirar uma soneca. Não deu muito certo esta primeira estratégia. Na segunda de cada um cuidar de um é o que vem dando mais certo. Normalmente eu cuido do Francisco e a Vera cuida da Clara. Como eles são bonzinhos da pra dormir umas 6 horas por noite, não direto é claro e se tudo der certo. Na verdade até lembro da ultima vez que eu dormi 3 horas seguidas, até achei que tinha alguma coisa errada. Então ficou assim, cada um cuida de um. Até sabemos quem está chorando e o responsável já vai lá para atender. Já aconteceu casos de eu nem ouvir a Clara chorando e a Vera já estava lá atendendo. Bom e vem a pergunta, existiam outras alternativas, como contratar alguém para ficar com as crianças? Sim. Contratamos uma pessoa que ficou 10 noites. Porém o que estava acontecendo era pra ser uma noite sim outra não, e nem sempre era assim, nos deixando na mão varias vezes. Além de que, se não tem prática, não cuida dos dois ao mesmo tempo e acabávamos acordando a noite para ajudar, o que não resolveu muita coisa. Foi até bom pois aprendemos a nos virar. Preço: R$ 110,00 por noite. Outra alternativa que usamos foi uma técnica de enfermagem que cuidou dos dois na Neo Natal. Esta sim deu conta dos dois, cuidou direitinho, uma graça. Preço: R$ 180,00., já viu né, foi só uma noite. O meu sono vale menos que R$ 180,00. 
Enfim tentamos algumas pessoas para ajudar, e no fim parece que só vai sobrar a pessoa que sempre esteve conosco e trabalha na sexta, cuidando da casa e das nossas roupas. A Vera e a minha sogra cuidavam da casa, da comida e dos bebês  na parte do dia. Digo cuidavam, pois ela foi embora dia 29. Minha mãe está para chegar por esses dias para aliviar a barra por aqui.
Bem, as crianças estão uma gracinha. Eu acho que elas parecem tão pequenas, principalmente a Clara. Porém veio uma visita aqui com bebê quase da mesma idade e o Francisco me pareceu com tamanho bem semelhante. 
O Francisco é muito afetivo e serelepe, e sempre foi assim desde o útero. Se não está com cólicas é um amorzinho, querido mesmo. Meio ciumento, a Vera descobriu isso por estes dias. Sobre as cólicas  tentamos ser bem objetivos  utilizando de "todas as ciências de baixa tecnologia". Massagem na barriga, o pato com sementes para colocar na barriga, e por último o banho no balde. Virgem Maria, sem tem coisa que funcionou foi o tal de balde. É de cair o queixo, do Francisco é claro. Parece que administramos alguma droga para o piá. Ele toma o banho dele no balde, faz o cocô direitinho, fica calmo, ou seja, agora é todo dia o banho imerso, nem pensamos que iria dar tão certo.
Já a Clara é bem parecida com a mãe. Numa primeira impressão ela é calma, mas quando cisma com algo, sai de baixo. Começamos a dar banho no balde com a Clara, e, como ela faz cocô umas 3 ou 4 vezes por dia, esse índice acabou aumentando e resolvemos parar de dar o dito banho com medo que ela por fazer tanto cocô que não ganhe peso. 
Também iniciamos um novo o leite em pó da Danone,que não deu muito certo pois ambos ou vomitaram ou ficaram trancados, aí voltamos para o NAN-HA. Vamos ver o que o pediatra orienta amanhã, que tem consulta. Sinceramente, o leite tem cheiro de óleo de motor. O NAN já é meio desagradável, o Danone então é pra acabar, não sei como eles tomaram. 
A Vera continua a amamentar no peito. A Clarinha fica no peito até duas horas, acordada e mamando o que contribuiu para o aumento no leite. Já o Francisco não tem muita paciência para ficar sugando. Daí substituímos o bico da mamadeira dele de leite por a de água  Matamos dois coelhos, primeiro que ele está mamando mais de vagar, isso ajudou nas cólicas. Segundo que ele está tendo mais paciência com o peito.
Bom e o passeio. 
Jesus, o medo de sair pela primeira vez de casa foi grande. Aprontamos tudo na noite anterior, e ao meio dia demos de mamar para os dois, colocamos no bebê conforto e lá fomos nós. Para nossa surpresa fomos de Floripa a Curitiba sem acordarem. Porém no primeiro semáforo começou o berreiro. Legal é que os dois engrenaram o choro juntos, era até bonitinho, não tinha onde parar, mesmo, só conseguimos no Big em Curitiba, foi uma correria para fazer mamadeira. Chegamos na casa da noiva de 3 andares sendo que no primeiro pavimento não tem quarto. Sugeri para ficarmos no 2 pavimento mais próximo da cozinha, porém acharam por bem ir para o 3 pavimento. Adivinha quem subiu e desceu as escadas milhares de vezes com mamadeira? Poucos conheciam as crianças e os que conheciam, tinha sido da UTI. TODOS os parentes foram para o casamento da Maria, irmã da Vera, logo todo mundo viu os bebês, e uma grande parte pegou os mesmos no colo. O que até ajudou pois, com higiene o pessoal ajudou a cuidar dos pequenos. E fomos nós para a igreja. Eu acho que levei uns 5 minutos para me arrumar e a Vera uns 15, o que é um recorde. Fizeram cocô e foram dormindo. Todo mundo chorou no casamento, menos o Francisco e a Clara. Ficamos abismados. No restaurante, 500 mil fotos, isso que são gêmeos, já pensou se fossem os 4? A Ana e o Ado que devem passar um cortado com as meninas, logo pensei.
Voltamos para a casa da noiva e tudo certo. Cansados, mais foi muito bom, tanto o casamento de duas pessoas que gostamos muito e a ida do bebês ao encontro do mundo.
Na volta, aí sim. Como os dois estavam cansados, ficavam facilmente irritados. Tivemos que parar na estrada pra fazer mamadeira. Onde está a mamadeira, ali, aqui. Se levamos 1 minuto para achar foi muito mas pareceu uma hora, já que os dois estavam chorando copiosamente. Daí o Francisco fez cocô e aprontou um berreiro, e assim foi. Lembram da pessoa que tínhamos contratado para ajudar. Pois bem, pensamos que chegando em casa ela estaria a nossa espera, qual foi a surpresa que a tratante nos deixou na mão, foi a última vez. 
Bem, já fazia algum tempo que não escrevia aqui. Acho que a nossa história que começou bem diferente de muitas outras, agora já é bem mais comum. Já pensei em parar de escrever, mas o pessoal acaba ligando aqui e reclamando que a gente não coloca nada no blog. E por outro lado, é um registro das emoções e acontecimentos que mais tarde será de grande valia para a Clara e Francisco.

Boa noite a todos, vou lá cuidar da Clara que está acordando. Desculpem a falta de correção do texto, acho que vocês entenderão algum deslize ;).